Senadores dizem que pandemia pode ter sido a responsável pela alta abstenção na primeira edição do Enem Digital

Senadores dizem que pandemia pode ter sido a responsável pela alta abstenção na primeira edição do Enem Digital
09 fev 2021

Transcrição
LOC: EM SUA PRIMEIRA EDIÇÃO, O ENEM DIGITAL TEVE MAIS DE SETENTA POR CENTO DE ABSTENÇÃO. LOC: E OS SENADORES DESTACARAM O IMPACTO DA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS NESTE RESULTADO. A REPORTAGEM É DE LARA KINUE TÉC: Em 2020 o Inep lançou a primeira edição do Enem Digital. De acordo com o MEC, as provas digitais têm diversas vantagens, entre elas o custo para a aplicação da prova e a segurança superior à versão impressa. A primeira edição do exame digital, no entanto, registrou índices recordes de abstenção, com 68,1% no primeiro dia e 71,3% no segundo. O presidente do Inep, Alexandre Lopes, afirmou que a alta taxa de abstenção já era esperada, mas afirmou estar satisfeito com o resultado. (Alexandre Lopes) Como era o nosso projeto piloto, a primeira aplicação, estamos muito satisfeitos com o resultado. Em relação ao segundo dia, era esperado esse nível de ausência, é normal que no segundo dia menos pessoas façam a prova do que em relação ao primeiro dia, então a gente já trabalhava com esse número de ausentes. (REP) O senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, no entanto, classificou a versão digital do Enem como um fracasso e afirmou que os estudantes do terceiro ano do ensino médio da rede pública foram os principais prejudicados pela falta de estrutura causada pela pandemia. (Izalci) Uma abstenção enorme demonstra que os alunos realmente tiveram dificuldades, não só em função da pandemia, mas também muitos deles sequer tiveram aulas remotas, tiveram acesso ao conteúdo desse período, porque a maioria dos alunos da rede pública sequer tem computador, sequer tem internet. (REP) Para o senador Flávio Arns, do Podemos do Paraná, a versão digital da prova é uma boa iniciativa que precisa apenas de correções para que sua aplicação tenha êxito. (Lasier Martins) Eu penso que o Enem Digital é uma bela iniciativa. O problema deve ter ocorrido em função da pandemia, também a falta de acesso à internet , à tecnologia pela maior parte das escolas públicas do nosso país e também pela novidade. (REP) Os estudantes que foram diagnosticados com covid-19 na data das provas ou que se sentiram prejudicados por problemas logísticos podem pedir a reaplicação do exame até o dia 12 de fevereiro. A solicitação deve ser feita na Página do Participante. A reaplicação acontecerá nos dias 23 e 24 de fevereiro, apenas na versão impressa. Com supervisão de Maurício de Santi, da Rádio

Compartilhar: