Morre senador Major Olimpio, vítima da covid-19

Morre senador Major Olimpio, vítima da covid-19
18 mar 2021

Transcrição
LOC: SENADOR MAJOR OLÍMPIO MORRE VÍTIMA DA COVID-19. COM 58 ANOS, PARLAMENTAR ESTAVA INTERNADO DESDE 2 DE MARÇO LOC: PRESIDENTE DO SENADO LAMENTA PERDA E DECRETA LUTO OFICIAL DE 24 HORAS. O REPÓRTER PEDRO PINCER TEM OS DETALHES: TÉC: O senador Major Olímpio, do PSL de São Paulo teve morte cerebral nesta quinta-feira após ter sido diagnosticado com covid-19, em São Paulo. A informação foi confirmada pelo Twitter do parlamentar. Ele estava internado desde o dia 2 de março no Hospital São Camilo, na capital paulista, e no dia 5 de março foi transferido para a UTI Natural de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, Olímpio completaria 59 anos em 20 de março. Foi deputado federal e deputado estadual em São Paulo por dois mandatos. Antes de se dedicar à carreira política, Olímpio serviu como policial militar no estado de São Paulo por 29 anos. A segurança pública sempre foi uma marca da sua atuação parlamentar. Quando foi candidato à Presidência do Senado, ele defendeu a criação de uma comissão permanente sobre o tema (Major Olímpio) A pauta, depois da questão da saúde e da pandemia, que mais causa desespero no cidadão brasileiro é a inseguramça. E essa Casa, com todo o respeito, tem a Comissão Senado do Futuro, mas não tem uma Comissão de Segurança Pública e Fica a CCJ hipertrofiada, sem conseguir dar atenção a todos. (REP): O projeto de criação da Comissão de Segurança Pública acabou sendo aprovado pelo plenário do Senado. O presidente Rodrigo Pacheco decretou luto oficial de 24 horas e enviou condolências à família, amigos e a todos os paulistas. O ex-presidente da Casa, Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá, disse, em nota que Major Olímpio era um homem honesto e firme, com convicções fortes e bom coração. Esperidião Amin, do Progressistas de Santa Catarina, também lamentou a morte do colega. (Esperidião Amin) Quero pedir muito que Deus o acolha, e eu espero que acima de tudo seja esta morte, esta perda, mais um estímulo para nós continuarmos a lutar pela vacina, pela imunização e pela solidariedade entre nós brasileiros REP Antes de ingressar no PSL, o senador já havia passado pelo Partido Verde, PDT e Solidariedade. Além de bacharel em ciências jurídicas e sociais, foi jornalista, professor de educação física e de técnica em defesa pessoal, além de ter sido instrutor de tiro. O senador deixa esposa e dois filhos. É o terceiro senador vítima da covid-19, depois de Arolde de Oliveira e José Maranhão. Da Rádio Senado, Pedro Pincer

Compartilhar: