Projeto cria Página Senador Major Olímpio para homenagear vítimas da covid-19 e apresentar informações sobre a pandemia

Projeto cria Página Senador Major Olímpio para homenagear vítimas da covid-19 e apresentar informações sobre a pandemia
29 mar 2021

Transcrição
LOC: O SENADO PODERÁ CRIAR A PÁGINA SENADOR MAJOR OLÍMPIO PARA HOMENAGEAR AS VÍTIMAS DE COVID-19 E TRAZER INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA. LOC: É O QUE PROPÕE UM PROJETO DE RESOLUÇÃO QUE AGUARDA VOTAÇÃO PELO PLENÁRIO. REPORTAGEM DE IARA FARIAS BORGES TÉC: De autoria da senadora Leila Barros, do PSB do Distrito Federal, o projeto quer humanizar os dados sobre a pandemia de covid-19. No lugar de apenas anunciar diariamente o número de mortos, a ideia é criar uma página no portal do Senado para tornar perene, humanizar a situação e homenagear cada vítima da doença. A página, que ser chamará Senador Major Olimpio, vai divulgar informações sobre a pandemia no Brasil e no mundo e as ações do Senado para o enfrentamento da doença. O presidente da Comissão de Direitos Humanos, senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, defendeu a criação da página Senador Major Olimpio. (Humberto Costa): “Que possamos fazer essa homenagem a um companheiro que foi acometido por essa doença, perdeu a vida; não seja unicamente dirigida a ele, mas a todos aqueles que morreram acometidos por essa terrível doença. É importante também que nós tenhamos um espaço para informar a população sobre a pandemia e também daquilo que o Senado fez para o enfrentamento da covid-19”. (Rep): O projeto prevê a criação de um conselho curador, presidido por senador indicado pela Comissão de Direitos Humanos e o vice-presidente pela Comissão de Assuntos Sociais. Também vão integrar o conselho um médico preferencialmente com especialização em epidemiologia ou saúde pública, além de representantes das Consultorias Legislativa e de Orçamentos; da Advocacia do Senado Federal; e da Secretaria de Comunicação Social, que vai gerenciar a página. A proposta aguarda votação do Plenário. Da Rádio Senado, Iara Farias Borges.

Compartilhar: